Alice Caymmi & Cadu Tenório – Soluços [Single] [iTunes Match]

Entre surtos e soluços 
Fred Coelho

Até pouco, achava que o Banda Desenhada, blog de Márcio Bulk, já tinha feito um trabalho fundamental na renovação da obra de Jards Macalé com o álbum virtual E volto pra curtir. Eis que, no fim desse ano de surtos e rupturas, ganhamos ainda esta versão de “Soluços”, feita com maestria por Alice Caymmi e Cadu Tenório. A faixa, composta por Macao, foi originalmente lançada em 1969/1970, no compacto “Só Morto (Burning Night)”. O disco ainda continha mais três composições: “O crime” (Macalé e Capinam), “Só morto (burning night)” (Macalé e Duda) e “Sem essa” (Macalé e Duda).
Portanto, é impactante ouvir uma música completamente esquecida no repertório de Macalé (foi relançada recentemente em um disco de arquivos do selo Discobertas) sendo renovada de forma impecável pela jovem dupla carioca. Vindos de universos sonoros aparentemente distantes, o encontro entre Alice e Cadu nos mostra como a música brasileira contemporânea tem uma vasta trilha de possibilidades pela frente. Alice, com sua voz etérea, vem de um universo sonoro cuja maior referência, claro, é sua própria família musical. Mas essa referência é apenas o ponto de partida para sua curiosidade e pesquisas, cada vez mais amplas e criativas. Já Cadu, articulador e produtor intenso da música experimental carioca e que hoje ganha cada vez mais visibilidade na cidade, coloca sua experiência com projetos e bandas como Sobre a Máquina e Ceticências à serviço de uma delicada canção. E de um desafio muito bem enfrentado.
A junção entre a voz e a interpretação precisas de Alice e a marca musical e maquínica de Cadu fazem com que a canção original, um rock típico de bandas hard rock da época como Cream ou Mutantes, torne-se uma torrente densa de sonoridades, experimentos, teclados, efeitos e vozes. Alice leva a interpretação original de Macalé para um patamar de dramaticidade que joga com o tema da canção na medida certa. Em 1969, tínhamos uma voz masculina, tensa e raivosa pela aparente fragilidade do homem que canta a própria incapacidade de encarar nos olhos seu amor que o abandonou. Na versão atual, Alice subverte o lugar da fala e torna-se a afirmativa voz feminina que fulmina o ex-amado, deixando-o desarmado frente à situação. Ela, sem os óculos escuros, ordenando que ele não fale e não olhe para ela. Pois ela não fugirá do encontro. Dominando a dramaticidade do tema, Alice canta com a maturidade de uma pessoa que entende perfeitamente o mundo poético que atravessou para gravar “Soluços”.
A produção de Cadu Tenório, por sua vez, arremessa o mundo de Jards Macalé para dentro de sua usina de sons, ruídos, experimentos e transgressões dos códigos que a canção brasileira sempre evitou, na medida do possível. A voz de Alice tem como chão (e céu) camadas sonoras que atravessam a melodia e ajudam a compor o clima inóspito, sufocante e de abandono que a letra nos passa. Com a colaboração de Lucas Vasconcellos (backing vocal) e Emygdio (produção e masterização), o arranjo respira, hesita, agride, sofre. Com a faixa bônus “Soluços (Epílogo)”, Cadu atinge o cerne do universo mais escuro de Jards Macalé, como se entrássemos na mente daquele que odeia soluços e esqueceu seus óculos escuros. Estamos em plena alucinação sonora, sem esperanças. E, mesmo assim, em algum momento, encontramos a paz.
A nova versão de “Soluços”, portanto, faz com que possamos sentir, em 2013, a barra pesar ainda mais nesta versão do que nos sufocantes dias de 1970. Talvez as transformações e perplexidades de hoje nos deem pistas sobre essa faixa pungente, certeira e desnorteadora para os que buscam águas mansas e lugares comuns para a música brasileira. Isso, essa percepção transgressora do seu tempo, é a prova de que a nova versão de “Soluços” nos mostra o quão atual é a canção. E nos mostra, principalmente, que Alice Caymmi e Cadu Tenório são um dos mais felizes encontros que ocorreram na música brasileira contemporânea.

curadoria – márcio bulk
capa – rodrigo sommer
masterização – emygdio costa

 


500x500bb32

  • Loja: iTunes Store
  • Lançamento: 16 de Dez de 2013
  • Qualidade: iTunes Match AAC M4A
  • Gênero(s):  Alternativo, Brasileira
  • Tamanho: 8 MB

                Opções Para download 

   


 

                                                                                  

AAC M4A (1)K.png

 Nº TÍTULO DURAÇÃO
1 3:16
2 2:44

℗ 2013 Sinewave [dist. Tratore]

 

 

Anúncios

Um comentário em “Alice Caymmi & Cadu Tenório – Soluços [Single] [iTunes Match]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s