Discografia – Ana Cañas

Ana Cañas é uma cantora e compositora brasileira formada em Artes Cênicas pela ECA / USP.

Estreou em 2007 no cenário musical brasileiro com o lançamento do álbum Amor e Caos (Sony Music), que traz as primeiras composicões autorais de Ana e uma versão para a canção “Coração Vagabundo”, de Caetano Veloso, que integrou a trilha sonora da novela Beleza Pura, da Rede Globo. O álbum de estréia foi muito elogiado pela crítica especializada, considerando Ana a grande revelação musical do ano. Em 2008, participou da edição do programa Som Brasil Cazuza, exibido pela mesma emissora e concorreu ao Prêmio Multishow 2008, na categoria ‘Revelação”.

Em 2009, lança o segundo disco de estúdio, intitulado Hein? (Sony Music), que contém parcerias com Arnaldo Antunes e a participação de Gilberto Gil ao violão . A canção “Esconderijo”, de autoria da própria Ana, alcançou projeção nacional ao integrar a trilha sonorada novela de Manoel Carlos, Viver a Vida.

“Esconderijo” também foi eleita pela revista Rolling Stone uma das melhores músicas do ano e ganhou clipe em película dirigido por Selton Mello.

Ainda em 2009, Ana grava, a convite do cantor e compositor Nando Reis, a música “Pra Você Guardei O Amor” – dueto que se tornou um grande hit nacional.

Em 2012, Ana retorna ao estúdio e lança o disco Volta (o primeiro pela gravadora Som Livre). O álbum contém versões para “Rock And Roll” do Led Zeppelin e as músicas autorais “Será Que Você me Ama?” e “Urubu Rei”, entre outras. Posteriormente, o disco “Volta” transformou-se no show “Coração Inevitável” e contou com a direção e iluminação de Ney Matogrosso. O show foi registrado e lançado em DVD em 2013.

Em 2015 Ana Cañas lança seu quarto álbum de estúdio e o primeiro totalmente autoral, “Tô na Vida” e no dia 6 de julho de 2015 foi lançado o single homônimo do disco e ganhou clipe dirigido pela própria Ana em parceria com Philippe Noguchi. Em entrevista, Ana revelou que o disco “Tô na Vida” nasceu do desejo de equiparar o som do disco com a energia dos shows e das performances ao vivo. É um disco mais roqueiro, gravado ao vivo, de maneira orgância e foi mixado por Mario Caldato.

Em 2016 a cantora faz a sua estréia nacional nos cinemas, ao participar do longametragem “Amores Urbanos” da diretora Vera Egito (com quem Ana já havia trabalhado anteriormente no clipe de “Urubu Rei” e no DVD “Coração Inevitável”). No filme, Ana interpreta a homossexual Duda, que têm problemas de assumir publicamente o relacionamento com a namorada. O filme foi exibido em diversos festivais internacionais e ganhou elogios da imprensa especializada.

Namorou durante alguns anos o guitarrista da banda pernambucana Nação Zumbi, Lúcio Maia.

 

 

Álbuns


 

  

  

 

Singles/EP


 

  

 

Gostou? Compartilhe ❤ 

Anúncios

Um comentário em “Discografia – Ana Cañas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s